Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GOSTO DE FINAL

Aquele dia estrangulou minha alma
Aquele dia,
Em que a noite era calma!

Dia de tristeza no semblante,
De dor que dura como um diamante.

Dia de ser feliz e infiel,
Dia de sonhos e desespero cruel.

O dia em que a morte mostrou-se fatal,
Dia calmo, breve e normal,

Dia que separou o bem do mal.
Dia de multidão e gosto de final.

Aquele dia matou meu amor.
Trouxe alegria e grande horror.

Dia que foi marcado pelas lagrimas,
Dia que escreveu-se dor em minhas paginas.

Foi o dia de entender porque sou idiota
Dia de reconhecer minha atual rotina torta.

Foi o dia de querer ver o mar,
De dor que virou sinônimo de amar.

Foi o dia que Deus me fez ver
Que meu único erro foi acreditar em você.

Dia de entender-se errante
Por proteger-se do diamante.

E, o que antes era um sonho,
Hoje é só o restante.
                     
                                     Angélica de Castro Campideli
Anja do tempo
Enviado por Anja do tempo em 23/11/2007
Código do texto: T749060

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anja do tempo
Coronel Fabriciano - Minas Gerais - Brasil, 28 anos
250 textos (42618 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 21:39)