Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEM GENTE QUE SOFRE PORQUE GOSTA!



NÃO ARRISCO UM VERBO!

ELE,
POR MAIS FORÇA DE EXPRESSÃO QUE PUDESSE ALCANÇAR,
NÃO CONSEGUIRIA EXPRIMIR O CANSAÇO DAQUELES QUE ESPERAM E,
POR TANTO ESPERAR, CRAVAM SUAS SEPULTURAS!

NÃO ARRISCO NADA!

CADA UM SOFRE COMO PODE E
NEM SEMPRE COMO DEVE!

ARRISCO TUDO!

SEI QUE NÃO CRAVO FENDAS NO ESPAÇO POR ESSE MOTIVO...

O DA ESPERA!...

TAMPOUCO PERMITO QUE OUTROS FINQUEM SEUS CORPOS POR MINHA CAUSA!...

BEM,

SE RELATA-ME QUE ESTÁ NO ABISMO,
TENHO ABSOLUTA CERTEZA QUE
NÃO SOU A CAUSA!

©Balsa Melo
19.11.06
Cabedelo - PB
 
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 23/11/2007
Código do texto: T749876
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87158 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 16:21)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)