Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VAZIO

Sem poesias na porta de entrada,
Sem ruas pra olhar lá fora.

Sem rotinas pra seguir, sem nada pra fazer.
Sem sorrisos ou lágrimas.

Sem fluxo de carros,
Sem juramentos, sem bandeiras, sem violão pra tocar.

Sem novelas pra assistir, sem manchas no peito,
Sem novidades, sem fofocas, sem brilho nos olhos.

Sem aferir o arroz a catar, sem leite pra tomar,
Sem bebedeira, sem musica pra dançar.

Sem amor, sem namoro, sem ânsia, sem medo,
Sem destino, sem mala, sem programação.

Sem usuras, sem ofícios, sem miséria,
Sem óculos, sem roupa, sem frascos guardados,

Sem distancia, sem saudade, sem sombra de dúvidas,
Sem pré-meditação, sem mentiras, sem pena,

Sem vícios, sem maldade, sem matança,
Sem vergonha, sem caçados, sem chão pra pisar.

Sem ornamentos, sem besteiras, sem prisão,
Sem vontade, sem ousadias, sem nada em mente.

Gueko
Enviado por Gueko em 24/11/2007
Código do texto: T750472

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gueko
São Mateus - Espírito Santo - Brasil, 51 anos
813 textos (34013 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 10:08)
Gueko