Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ai que saudades da merda que eu era.

Sem você eu era uma merda.
Mas aí você veio, estancou.
Minha vida se transformou.
Você me mudou,
com seu jeito de baranga.
Não sei onde é que eu estava
com minha cabeça
quando te beijei.

Senti tua dentadura chacoalhar.
Teu bafo faria
até o Renatão ajoelhar.

Eu estava bêbado.
Te levei pra casa.
Você não saia.
Não ia embora.
Ficou. Teimou.
Engravidou.
Fodeu....
Sem você eu era uma merda.
Agora nem isso eu sou.
Márcio José
Enviado por Márcio José em 23/11/2005
Código do texto: T75272
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Márcio José
Curitiba - Paraná - Brasil, 48 anos
61 textos (27003 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:13)
Márcio José