Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

      Reminiscências

Seus olhos são pedras de jade,
Faiscando ao frescor da manhã;
A cútis preserva, em verdade,
Textura de tufos de lã.

Seu corpo é uma ode à vaidade,
Ardente, qual febre terçã,
No entanto, não sinto saudade
Dessa alma infiel e pagã.

Se a mente ao passado se inclina,
Por certo há de estar tonta e oca,
Porque só restou, na retina,

Esta única imagem da louca:
- Um palmo de língua ferina,
Vibrando, no canto da boca!

         Bom Jardim - RJ
           em 26/11/2007
Vitório Sezabar
Enviado por Vitório Sezabar em 26/11/2007
Código do texto: T753482
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vitório Sezabar
Bom Jardim - Rio de Janeiro - Brasil
625 textos (43494 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 03:46)