Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ao fim

Ó estrelas prateadas,brilhantes
Estrelas de cândidos amores
Ajuda-me a encontrar-me de novo.

Astros vivos que iluminam as noites gentis
diz-me o que aconteceu com esta alma que trago no seio.
Será que ela perdeu-se em outro mundo?
Ou está apenas vagando por entre campos desconhecidos?

Ah céu escuro que acalenta as estrelas
Brindemos ao fim de uma paz desejada.
Celebremos com vinho negro
O vazio que sinto no peito.

04/11/07
Borboleta aprendiz
Enviado por Borboleta aprendiz em 27/11/2007
Código do texto: T755415

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autora:Josiane). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Borboleta aprendiz
Salvador - Bahia - Brasil, 26 anos
300 textos (54141 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 04:15)
Borboleta aprendiz