Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Das perdas

Em cada dia que vivo
Construo significados,
Símbolos espalhados
Na poeira dos crivos.

Aquilo que era ontem
Não segue sendo hoje.

Guardo na lembrança
Uma saudade passada,
Uma perda deixada
No rumo da mudança.

Na vida tudo muda,
Logo, tudo se perde.

Mesmo que da aurora
O dia se faz luminoso,
Fica o gosto saudoso
Da noite de outrora.

Na morte o sentido,
Na vida o significado.

De perda e vitória,
De morte e alegria,
Verdade e alegoria,
Derrotas e glórias.

A cada momento
Perco, porque vivo.

Perdendo e ganhando!
Do luto do momento
Desfaço o tormento
Que vai me acossando.

O que foi se perdeu,
O que virá se perderá.

Só tenho o agora,
Este instante fugidio,
Qual as águas do rio
Que se vão embora.
O amor de hoje
Será saudade amanhã.



Rafael Cabral Cruz
Enviado por Rafael Cabral Cruz em 28/11/2007
Reeditado em 02/12/2007
Código do texto: T756131
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de Rafael Cabral Cruz, São Gabriel, RS.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael Cabral Cruz
São Gabriel - Rio Grande do Sul - Brasil, 53 anos
61 textos (1918 leituras)
5 áudios (176 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 03:52)
Rafael Cabral Cruz