Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Transformação


Um dia olhei para um casulo
E fiquei a lembrar de uma lagarta feia.
Sua forma esquizofrênica no movimento.
Sua cor quase marrom porém cinzenta.

Do casulo cinza totalmente sem graça,
Porém construído com muito zelo.
Tecido com técnicas de engenharia
E feito com cuidados de quem tem segredos.

Este rico invólucro mantem por um mês
O bicho da seda, que  desperta no homem
A ambição, de através de técnicas, explorar outra vez
A natureza que seus encantos vai mais além.

Ao findar trinta dias uma transformação.
Da simples casa sai um ser com explendor,
Rico em beleza e curiosa técnica de aviação.
Uma linda e enorme borboleta repleta de cor.

Triste fiquei ao ver esta metamorfose esplendorosa.
Pois lembrei-me do homem e sua transformação.
Ele sai de seu casulo luxuoso como um lindo bebê.
Crescê aprendendo tantas coisas sem autentica definição.

Sua transformação é repentina e traiçoeira.
Ora elogia declarando todo amor cheio de emoção.
Então estranhamente muda o tom da fala
E com a mesma emoção maltrata sem explicação.

Do amor que declarou só resta a dor.
Do beijo que sofregamente beijou fica um gosto amargo.
Da cama que de suor molhou fica o cheiro do traidor.
Do barulho do conforto doméstico o estrondo das asas do abandono.

Jair de Oliveira
Enviado por Jair de Oliveira em 29/11/2007
Código do texto: T757282

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jair de Oliveira
Corumbá - Mato Grosso do Sul - Brasil, 56 anos
154 textos (6650 leituras)
3 áudios (85 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 20:15)
Jair de Oliveira