Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANINHA!

                ANINHA!
Tão formosa essa linda flor
Deveria chamar-se Amor!
Mas a traquina menina
Que nem um ano tem ainda
Já tem personalidade
Essa gatinha tem seu geito
Tão peralta e graciosa
Vive a sobresaltar os pais
Engatinha para onde não deve
E logo se escuta algo quebrar
Rodos gritam -"foi a Aninha"
Que está a traquinar
O papai morre de orgulho
Do presente que Deus te deu
A Ana Beatriz
É como se diz:Um anjo entre nós
Veio para alegrar
E também para traquinar
Pois essa linda boneca...
Tem que ser também sapeca.
Ela é os olhos e a vida de todos
E sabe da sua importância
Pois na sua sabedoria de criança
Sabe que ela é uma grande esperança!
E puro amor é o que ela é!
Seu pai de vez em quando deve dizer:
Nossa a quem tu puxaste sapeca deste jeito?
Ela sorri com seu jeito angelical
Que logo desarma o papai
Que te abraça junto ao peito!...
Helena Lins-24-11-2005
Helena Lins
Enviado por Helena Lins em 24/11/2005
Código do texto: T75782
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Helena Lins
Salvador - Bahia - Brasil, 54 anos
325 textos (18712 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:29)
Helena Lins