Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha alma


Caminho pelo vale de meus sentimentos confusos.
Não agüento mais tanta dor em meu peito
Eu finjo não sentir mais é tudo uma grande mentira
   
Ponho em meu rosto um sorriso forçado e engulo o choro silenciosamente
  Pra que ninguém perceba a minha dor que insiste a aparecer
Diariamente, meus pés estão cansados
 
Misturo meus sentimentos em meio a escuridão não sei se consigo partir
Mas pra onde iria, os caminhos estão em meio a névoa
Fecho vagarosamente meus olhos,
 E sem perceber uma lagrima percorre meu rosto de cor pálida


Sinto o sabor amargo em minha boca e a dor que desprezo
Em meu coração, minha alma não tem mais força
Mas continuo tentando friamente qualquer coisa

Eu busquei bons sentimento e esperanças já mortas
Mas encontro a penas um uma teia tecida por minha mente duente
Estou presa a ela e não tem como sair

Em um curto espaço de tempo perdi o rumo a rota de minha vida
Pra onde devo ir isso eu já nem sei mais
Sinto a penas desprezo a imagem que vejo constante mente ao espelho
Uma figura com sentimentos  indecifráveis, um tanto quanto maléfico.

 
   


Yasmin Meirinho
Enviado por Yasmin Meirinho em 30/11/2007
Reeditado em 05/12/2007
Código do texto: T758736

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Yasmin Meirinho
São Paulo - São Paulo - Brasil
90 textos (2627 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 22:26)
Yasmin Meirinho