Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPESTADE

Tempestade

Quando a tempestade for embora
O que foi feito não terá mais sentido
Pois o que com o vento foi perdido
Sem dor e sem segredo
sera facultado
Ao passado do nosso desejo

Se o que foi construido
Nos estalos foi partido
Sera com um tempo
Assim como vento
E assim sera esquecido

Na alma sera retirado
Todo inutil brado
De dor e choro
Para uma alma
Que busca redenção
Dentro da destruição

Mas um sentimento
do qual o amor fala adentro
Em meio a escuridão
como um brilho na imensidão
Não haverá esquecimento...

Aluísio Bórden
Enviado por Aluísio Bórden em 30/11/2007
Código do texto: T758857

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluísio Bórden
Teresina - Piauí - Brasil, 43 anos
232 textos (10521 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 21:28)