Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Mágico de OZ

Começou o grande espetáculo
Ao anoitecer numa cidade na América do Sul
Não te vejo entre o público no grande círculo
E me desespero ao ver que o céu não é mais azul

Ouço a voz da minha alma
Fico mudo à musica do meu interior
Sou palhaço,
Sou um cantor
Que teve a garganta presa por um laço
E hoje chora à melodia do amor

Do amor que não se explica
O amor que jamais entederei
Do amor que não me ama
O amor que eu te amei

Não aprendi a conjugar o verbo esquecer
Você me prendeu a vários nós.
Fiz o teu amor por mim desaparecer
E sem querer tornei-me O Mágico de OZ.

Hoje tuas palavras ainda me doem
Minha vida coloriu-se ao incolor,
Não sou mais palhaço,
Não sou mais um cantor
Sou apenas um mágico
Que hoje chora à magia do amor

Do amor que não voltou
O amor que ainda persiste
Do amor que está em mim
O amor que em ti já não existe

Você não apareceu
A magia tornou-se trágica.
Sou apenas um mágico;
Não sei fazer mágica!

Minha vida está coberta pela solidão,
Meu coração está tomado pela dor,
Não sou mais palhaço,
Não sou mais um cantor,
Deixei até de ser poeta
Porque chorei à descoberta do amor

Do amor que tive
O amor que você me deu
Do amor que em mim ainda vive
O amor que em ti já morreu.
Dnogueira
Enviado por Dnogueira em 30/11/2007
Reeditado em 18/11/2011
Código do texto: T759365

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dnogueira
Recife - Pernambuco - Brasil, 27 anos
22 textos (1809 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 17:17)
Dnogueira