Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nada

É assim que o amor se resumiu
Gritos, insultos, desilusões, despedidas
Caminho sobre a corda do abismo, balançando sempre
Agora distante de tudo minha lágrima escorre e eu mantenho uma expressão grave

Mentiras, invejas, difamações
Foi a isso que nosso amor se reduziu
E então a fina chuva lava minha dor
Meu grito entrecortado não sai

A vontade de desistir persegue minha alma
Eu vou cair, eu quero cair
Desta vez, o inimigo conseguiu
Estou caído e ferido

Mas o que você ganhou?
O que você levará?
Nosso amor é mais forte do que isso
Mas forte do que a própria sorte

Então eu lhe digo
“Você não levará nada, pois mesmo separados, nós fomos feitos uma para o outro, e nada poderá mudar isso se não a vontade Dele”.




                                                          30/11/07
Marins
Enviado por Marins em 30/11/2007
Código do texto: T759428

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marins
Itaboraí - Rio de Janeiro - Brasil, 29 anos
51 textos (1343 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 04:11)
Marins