Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AO INESCRUPULOSO JOSÉ CELSO MARTINEZ

AO INESCRUPULOSO JOSÉ CELSO MARTINEZ
Vou lhes contar uma estória
De um José Celso Martinez
Que veio fazer merda no sertão
Pois lá no sul não teve vez

Filho de uma frouxa jumenta
E de um burro veado matreiro
Quis trocar a vestimenta
De Antonio Conselheiro

Biografando a mãe prostituta
Fez em canudos uma fudelança teatral
Para retratar a trajetória da mãe uma puta
Só mesmo um insano bacanal

Expôs o xibil da proxeneta progenitora
Dizendo representar de “Os sertões” á terra
Transformando em brega a história
E em orgia a fratricida guerra

Sendo sua mãe a puta mais vagabunda
E o dono do brega Antonio Conselheiro
Veio com essa representação imunda
Esse filho de uma égua de puteiro

E os intelectuais batem palma
Pederastas profanos do litoral
Mas sabem no fundo da alma
Isso é um promiscuo carnaval

Que falta faz lampião
Macambira e conselheiro
O sábio e valente Pedrão
Heróis do sertão brasileiro

Para escorraçar essa gente
Que vivem da falsa imagem
E mostrar-lhes o quanto mente
Esse teatro sacanagem

Você foi criado em um prostíbulo
Montado por sua mãe vaca profana
Enterre em teu ânus esse estilo
E suma com sua caravana
www.recantodasletras.com.br/autores/leilson

  LEISON LEÃO
Leilson Leão
Enviado por Leilson Leão em 30/11/2007
Reeditado em 20/07/2011
Código do texto: T759682
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leilson Leão
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil, 51 anos
950 textos (70335 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 05:07)
Leilson Leão