Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pra disfarçar a dor

Ventos perdidos não sabem pra onde vão
A fumaça do cigarro mudou de direção
Tentei trocar de lugar
Mas não surtiu efeito
Eu quero um copo d’água
E um nó a menos no meu peito

Quase morto retorno ao ponto onde parei
E volto a regar as plantas que ainda não matei
Meio morno, mas ainda tem café pra acordar
Do tédio que ainda não burlei pra me animar

Seu cabelo me ajuda a ordenar os pensamentos
Não quero a lucidez
Quero a loucura do espaço-tempo
Cego pela luz de um tubo refletor
Ansiolítico ou xarope com gás
Pra disfarçar a dor

Hoje simplesmente
Não sou mais tão tolerante
Com as burrices que outrora
Eram tão extasiastes
Não se sobe numa escada
Sem querer chegar ao topo
Novos degraus surgiram
E olha eu aqui de novo

Tropeçando, tateando, ergo-me e continuo
Volto o filme pra entender as cenas complicadas
Assim eu sigo até que minhas forças se findem
Ou até aprender um outro jeito de subir na escada
Anjelus
Enviado por Anjelus em 01/12/2007
Código do texto: T760127

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Anjelus
Apucarana - Paraná - Brasil, 40 anos
142 textos (2994 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 04:42)
Anjelus