Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARA AQUELES QUE AMAM!




Feliz é o homem que conduz seus sonhos e,
nas estradas desta vida,
distribui a alegria,
a leveza de existir e a paz!

Infinitos tropeços haverão de existir,
mas não permita que eles façam
moradas em seu coração!

Encontre-se em Deus e siga!

Caminhe com prudência
pelos jardins da sua existência!

Ame sempre,
pois este é o único lenitivo
para o conforto da criação!

Viva intensamente todos os fatos,
mas não se envolva com
ações que anunciam risco,
impõe perigos e
nos conduz à perdição!

Lute com esmero,
mas não use as armas do seu opositor!

Calcule todos os seus passos
com a mensura do seu amor,
pois amar significa doar-se,
entregar-se,
mas, sobretudo, não esperar!

Navegue nos horizontes do sempre!

Tente tudo!

Não se sinta diminuto por nada!

Somos únicos e
enquanto o dia não se encerrar,
haverá uma esperança!

Declare-se feliz...

motivos lhe são ofertados todos
os dias no encantado raiar do sol!

Sorria,
sorria e
sorria!

Olhar o mundo apenas não basta,
então crie o seu universo com as
filigranas do nosso Criador tecidas com
a sutileza dos aromas da esperança,
da fé, do servir, da caridade e do sublime amor!...

Saiba que só podemos dar daquilo que temos!

Ame,
ame e
seja feliz!

©Balsa Melo
01.12.06
BRASIL

 
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Enviado por BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO) em 01/12/2007
Código do texto: T760711
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)
Uberaba - Minas Gerais - Brasil
3010 textos (87743 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 04:09)
BALSA MELO (POETA DA SOLIDÃO)