Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Despedida

Quando estou cansado
e isso hoje acontece muito mais vezes
depois de meu trabalho feito
fecho os olhos e imagino meu leito
a hora de voltar para casa
Braços a me receber
num abraço envolvente e terno
ouvir bem perto do ouvido
"Como foi seu dia, querido?"
Por mais que haja estresse
meu coração já palpita
Eu anseio por vida
Acorda homem! Estremeço
foi só imaginação
Tenho uma casa não um lar
muita coisa para pagar
sem visão de sorriso no rosto
Isso é morrer lentamente
Sou apenas aquele que cuida
sem retorno agradável...Desgosto
Voltar para casa? Que ironia
onde as coisas são tão frias
como uma mesa de bar
Eu preciso. Eu quero. Eu vou
procurar outro lugar
para chamá-lo de lar.
E alguém
que me receba
entre afagos e sorrisos
que ame simplesmente
estar comigo.
 
Heloisa Prado
Enviado por Heloisa Prado em 01/12/2007
Reeditado em 02/12/2007
Código do texto: T760980
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Heloisa Prado
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 64 anos
270 textos (33281 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 18:37)
Heloisa Prado