Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONO

POSSO EU DEIXAR DE DORMIR,
DE MORRER POR MERAS HORAS
REPONDO AS FORÇAS QUE PERDI
REVITALIZANDO MEU CORPO
RENASCENDO QUANDO DESPERTO
TRAZENDO-ME AO MUNDO NOVAMENTE
PARA QUE POSSO VIVER, SENTIR, CHORAR, PENSAR
NAS COISAS INERTES AO MEU REDOR, OU NAS QUE MOVEM-SE
MUITAS VEZES VELOZES E DESPERCEBIDAS.
A AURORA DESPERT-ME
O CRESPUSCULO ADORMECE-ME
ATÉ O CICLO INICIAR-SE NOVAMENTE.
MAS MORFHEUS RETORNARÁ COMO A AREIA DO SONO
FAZENDO-ME ADORMECER NOVAMENTE
LEVANDO AO MUNDO DOS SONHOS E DEVANEIOS
ONDE POSSO EU SER, TORNAR-ME OU SIMPLESMENTE OBSERVAR
O PARALELO DAS COISAS E FATOS DE VIVIENCIEI AO DIA
 
SILVIO BARROS
Enviado por SILVIO BARROS em 02/12/2007
Código do texto: T761376
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
SILVIO BARROS
Manaus - Amazonas - Brasil, 42 anos
28 textos (668 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 11:49)
SILVIO BARROS