Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Melhor amiga

Minha busca é demasiado longa
Pelo silêncio de minh’alma.
Alma minha que chora calada;
Que molha meu corpo com gotas salgadas,
E trazem-me a única companhia para meu lado.

Meu ombro amigo afoga minha dor.
É o derradeiro ouvinte de meus lamentos;
E meu alento é minha solidão,
Gritando ao meu ouvido
Que trago as culpas por meus erros!

Minha inseparável amiga me abraça.
Sinto seu cheiro doce penetrar-me o corpo;
Envolver-me num aroma inebriante;
Doce aroma da solidão...
Minha caça.

Não me deixe a solidão!
Essa fiel parceira para todas as horas.
Horas tristes, horas alegres...
Aqui está ela: Forte e bela!
Afagando, com seu toque, meus cabelos,
Conduzindo-me vida afora pelas mãos.
Valter Pereira
Enviado por Valter Pereira em 03/12/2007
Código do texto: T763462

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valter Pereira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 39 anos
237 textos (8054 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 03:40)
Valter Pereira