Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonhos e Glórias (ao Movimento Estudantil da Universidade Fumec)

Sinto o cansaço nos olhos dos meus companheiros...
Sinto o fio de navalha da desesperança vinda sutil...
Eu sei qual é a causa de nossos sonhos, meus irmãos...
E nós a honraremos nos limiares deste tempo senil...

Somos sonhadores sim, mas sonhadores apaixonados...
Somos guerreiros solitários dispostos nunca retroceder...
Eu passo os dias enumerando meus maiores pecados...
Colocando-os na balança e esperando um novo alvorecer...

Eu tenho bons pressentimentos sobre minha guerra...
Eu sei que o tempo semeia a mudança na terra...
Sonho com dias diferentes, dias de respeito solidário...
Sonho com dias diferentes... abandonando meu espírito corsário...

Nas nossas gargalhadas de agonia no limite de nossa paixão...
Quando falta-nos a voz e falta-nos um último trago a mais...
Quando nos desesperamos ao ver a foice da máquina-mutilação...
Sustentamo-nos em nossos ombros para uma luta a mais...

Podíamos apenas deixar que as coisas corressem largadas...
Mas não podemos fechar os olhos para os absurdos da burocracia...
Já que a guerra está declarada, desembainhemos as espadas...
E povoemos nossos sonhos com confesso sabor pela poesia...
Continuemos lutando apaixonados com nossas bandeiras hasteadas...
E digamos um convicto NÃO! aos dissabores de tanta hipocrisia.

Eu sempre fui um vago e vasto louco, imprudente sonhador...
Mas sou parte da guerra, assim como meus grandes amigos...
E nunca os abandonarei pois é muito mais que amizade, é amor...
Somos eternos em nossos sonhos e somos nossos maiores abrigos...

Aos poucos cada um de nós seguirá um caminho diferente...
Mas carregaremos ótimas lembranças para nossa história...
E nos lembraremos de como o mundo era estranho e doente...
Ao brindarmos os sonhos realizados e saborearmos nossa glória...
Callis Morius
Enviado por Callis Morius em 03/12/2007
Reeditado em 03/12/2007
Código do texto: T763613

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Callis E. Morius - Pedro Penido). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Callis Morius
Itaúna - Minas Gerais - Brasil
38 textos (1429 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 07:08)
Callis Morius