Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Realidade

Realidade

Quando saio dos meus devaneios
e desço até o mundo real,
vejo homens se atracando em loucas competições;
atrás de cada sorriso, uma caveira enorme,
dentro de cada palavra, um adjetivo disforme;
verdade se torna mentira...
Misérias  rondando a vida
das crianças dos lares, perdidas....

Realidade áspera, brutal,
intragável verdade descubro afinal:
das moradias se fazem prisões,
 nas prisões os regalos sem leis.
A violência barrando as lições,
da escola e da vida, espalhando terror,
nos olhos cansados, ameaça e temor.

Demônios do pânico que adoram horror
em cada esquina dançando pra mim
vai desfilando no sangue e suor,
no escuro da noite, e o tempo é ruim...
Tempestade de raios e de trovões
de dentro e de fora de meus pesadelos
 assolam as ruas, ouço palavrões
junto aos ecos dos meus apelos.


Camélia La Branca
.
Camélia La Branca
Enviado por Camélia La Branca em 04/12/2007
Código do texto: T764236

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Camélia La Branca
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
259 textos (10520 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 03:17)
Camélia La Branca