Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

anjo_louco



                        espada de aço fino_corta os ventos
                        lança tempestades_nem bom nem mau
                        asas despedaçadas_olhos vendados
                        cego e ensandecido_vingança
                        nada lhe escapa_nada o detém
                        anjo que enloqueceu_e veste
                        negro em luto_pelos homens
                        que não entendem as crianças
                        pelos homens que só querem lucro
                        e não entendem a vida
POETA SURREALISTA
Enviado por POETA SURREALISTA em 05/12/2007
Código do texto: T765821
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
POETA SURREALISTA
Alegrete - Rio Grande do Sul - Brasil, 46 anos
25 textos (2622 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 10:52)
POETA SURREALISTA