Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Incompreensível

Sonhadores...
Dizem que somos sonhadores...
Pecadores...
Dizem que somos pecadores...

Pouco se fala do que acontece...
Pouco se fala do que pode ser...
Eu sonho mais que parece...
Eu sonho mais que posso viver...

Não entendo o caminhar do sentimento...
Não entendo o meu próprio discernimento...
Tem dias que sou duro como rocha...
Tem dias que sou louco como o vento...

Há algum tempo eu venho sendo vendaval...
Assoviando verso para quem quiser ouvir...
Há algum tempo eu venho sendo temporal...
Vomitando verso para quem possa sentir...

Nesta noite há desesperança nos meus olhos...
E não recomendo que tente, meu amigo, me entender...
Nesta noite há tristeza e lágrimas para nós...
E não recomendo que tente, meu amigo, me entender...
Callis Morius
Enviado por Callis Morius em 06/12/2007
Código do texto: T767706

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Callis E. Morius - Pedro Penido). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Callis Morius
Itaúna - Minas Gerais - Brasil
38 textos (1438 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 10:01)
Callis Morius