Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu amor se foi com o vento...

Maria Antônia Canavezi Scarpa

Quando a manhã debruçou em mim imperiosa
eu já sabia que algo havia acontecido,
fiquei com medo das respostas, assim me calei;
entediada com a brisa que me esbofeteava bravia,
nada ousei questionar...

No ar um aroma de perdas, rabiscava os espaços
fazendo questão de me fazer sentir,
a mistura dos olores almiscarados da malva
ao doce e inebriado anisete...
O amor, mesmo triste é doce e benfazejo

As impressões que ficam quando ele se vai
não são efêmeras, nem se perpetuam...
mas ferem e sangram
ainda que a pele possa parecer translúcida,
gemem se a transpassam, com o alfinete algoz do abandono

Se o vento vem para o levar; na sua jornada,
vai aliciando junto, as desilusões,
não permitindo que se tenha tempo para mais nada,
age rápido com a sua presa, tem pressa de chegar
onde reina, nas profundezas etéreas...
 
Resta somente, abrir a janela, na sua plenitude
olhar o glamour desse guerreiro em  sua carruagem suntuosa,
onde carrega sentado e silencioso, o meu amor desfeito
que sem emoções ou acenos, se vai
para ser, a partir de agora, o meu  desafeto...
Tília Cheirosa
Enviado por Tília Cheirosa em 06/12/2007
Código do texto: T767843

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tília Cheirosa
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 64 anos
220 textos (12228 leituras)
1 e-livros (62 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 19:11)
Tília Cheirosa