Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dor

Que de mim
a solidão se apodere
meu corpo
único e quase nenhum
já não resiste
às dores

tu és meu recanto
solidão
tem nome forte
um verbete frio
és dor suprema
César Rezende
Enviado por César Rezende em 07/12/2007
Código do texto: T768189

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
César Rezende
Goiânia - Goiás - Brasil, 30 anos
31 textos (1149 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 00:56)
César Rezende