Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Guantánamo

Liberdade:
Direito e condição humana.
Assegurado pela democracia.
Destruído pela hipocrisia.

Caminho pelos meios comunicativos.
Encontro as razões do ódio,
Da insegurança e do santo suicídio.

Ninguém tem o direito de matar.
A tortura aqui se faz e não se paga.
Os olhos não são mais a janela da alma, Senhor.
Os sonhos não são mais a fuga da realidade.

Venha e liberte-nos, seja você quem for.
Deus, Alá, Moisés... Seja você quem for.
Roubaram a essência do amor ao próximo,
Desconectaram os cabos da lucidez.

Há uma mancha na bandeira.
O azul da liberdade, o branco da paz
Desapareceram, inundados pelo vermelho sangue.

Treinaram terroristas; agora os combatem.
Atiraram bombas; mataram milhares.
Os seus medos não justificam as atrocidades.
Os seus anseios não justificam as invasões.

Quem são eles, Senhor?
Para zombarem de nossas crenças,
Para manter-nos no cárcere,
Para trucidar nossos familiares.

Guantánamo, território sem lei.
Regido por preconceitos vis.
Ninguém tem o direito de matar, mas
Todos, o dever de torturar.

Entre cusparadas e agressões,
Entre humilhantes provocações,
Fecho os olhos e esqueço a dor.
Vão lutar pela memória,
Pelas nossas verdades
E pela imagem de um real combatente
Da liberdade!
Rique Farr Sunsa
Enviado por Rique Farr Sunsa em 07/12/2007
Código do texto: T768426

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar a autoria de Rique Farr Sunsa. Site: www.riquefarrsunsa.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rique Farr Sunsa
Recife - Pernambuco - Brasil, 30 anos
74 textos (3423 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 20:00)
Rique Farr Sunsa