Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A outra face


Pés de lã ,
Seio em avelã ,
Aroma de hortelã
Num corpo de maçã ...
È a cidadã
Que incorpora a manhã .

Fosse a manhã eterna
E sempre seria terna ...
Muda de face o sol ;
Sente o picar do anzol
No peixe que acaba por escapar ...
Sua testa franzida
Ainda serena ,
Tenta-se desculpar :
- “Já é tarde para pescar !”

Não é sempre manhã ,
Outras faces também as há ...
Ela tem que perceber ,
Essa cidadã de quem sou fã ,
Que não deve esconder
O espelho do seu sentir ;
Aprenda sim a perceber
A vantagem de persistir .
artescrita
Enviado por artescrita em 28/11/2005
Código do texto: T77457
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
artescrita
Portugal, 33 anos
107 textos (4742 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:31)