Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A serpente, o pássaro e o homem

A serpente, como símbolo do saber,
nada cria, além da própria vida.
Nada faz, somente sobrevive e
até da  própria toca se apropria.

A sabedoria é como a serpente,
poucos  a  procuram,
poucos são mordidos.

Para ser sábio é preciso nada ter,
deve-se apenas sobreviver,
com conhecimento.

Como a serpente, os pássaros não semeiam,
apenas colhem.
O homem, como criador, é apenas
um criado.

Ele é escravo de pássaros, serpentes
e de si mesmo.
Pobre criador,
humilde criatura.

Enquanto os pássaros voam,
as serpentes rastejam,
mas são livres.

O homem é prisioneiro de suas necessidades,
das gaiolas e armadilhas que cria,
para se manter vivo.
Mas cativo.

05/01/05







Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 30/11/2005
Código do texto: T78802
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1412 textos (110804 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 06:54)
Vanderleis Maia