Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PENSAMENTO LIVRE (IV)

Sonetos do poeta Malume (Manoel Lúcio de Medeiros)


Para quem é sábio, e ver por alto,
Somente uma palavra dá sentido,
A águia que pastora do planalto,
Da presa, o seu vôo não é perdido!

O poeta voa... Mas com sede,
Busca sempre o rio escondido,
E o pensamento qual parede,
Cresce sob um “prumo erguido”!

Nas letras sempre existem o alicerce,
Que traz a “estrutura do saber”,
O néscio que do conhecer padece,

Será como um escravo sem entender!
Por isso deixe voar o pensamento,
E nunca corte as “asas do aprender”!




Direitos autorais reservados!

Malume
Enviado por Malume em 01/12/2005
Reeditado em 03/12/2005
Código do texto: T79288
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Malume
Fortaleza - Ceará - Brasil
452 textos (16875 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:36)
Malume