Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aprendendo a ser eu mesmo

Veja como é bela a vida
Veja como é fácil acreditar que existe amor
Eu vi um templo num bosque sagrado
Eu não sabia que existia algo assim
Mas a minha dor já não sinto mais
Será verdade então?
Eu sempre quis um dia assim
Com essa chuva fria
Caindo aos poucos e suavemente sobre nós
Eu não sei quanto tempo
Demorei aprendendo a ser eu mesmo
Eu vi tudo aos poucos e tão distante
Um templo
Eu quero verdade
Assim como quero
Seu desejo ardente
Foi por ter fé diante de um estranho
Que agora o acolhe em seus braços
Eu vi você do meu lado
Eu sempre quis estar assim
E a minha dor já não sinto mais
A chuva agora é tão intensa
Quanto o sol de ontem
Veja como ainda há esperança
Veja como é bela a vida.


Márcio Carneiro
Enviado por Márcio Carneiro em 02/12/2005
Código do texto: T79803
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Márcio Carneiro
Santo Antônio de Jesus - Bahia - Brasil, 40 anos
16 textos (613 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:30)
Márcio Carneiro