Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhar cinzento

Estou cansada de expirar tristeza
Da visão soturna da vida,
Do que me corrói a alma
E parte do coração.
Estou farta de abrir os olhos e ver o mundo igual
Mais cinzento, mais frio, mais vazio,
De me ver consumida pela abrupta má energia dos outros,
Sem forças para lutar
Sem vontade de acordar
Já sem lágrimas para libertar
Gritos para dar
Garra para caminhar.
Não sou animal, sou gente
Gente que sofre mas não mente
Gente que vê e não nega
Gente que faz parte deste universo certamente
Universo diferente
Do que os meus olhos buscam.
Joana Sousa Freitas
Enviado por Joana Sousa Freitas em 02/12/2005
Código do texto: T80178
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Joana Sousa Freitas
Portugal, 40 anos
118 textos (7241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:33)
Joana Sousa Freitas