Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DECADÊNCIA SOCIAL

A cidade maltratada  está doente.
Bandidos amedrontam sua gente.
Jovens drogados,
Mendigos largados,
Turistas assaltados,
Mazelas sem fim.

Meninas sem pão,
Buscam na prostituição
Pros seus males solução.

O menino pobre, esquecido,
Ou mendiga, ou é malabarista ,
Desgraçado, pensa que é artista.
Pode ser,
Mas na arte de viver.
Viver sem ter o que comer,
Sentir frio sem tremer,
Matar pra não morrer.

O remediado,
Coitado,
Virou favelado.
Vivendo oprimido
Pelo crime e miséria,
Espera a morte,
Por tiro, com sorte.
Melhor que doença séria,
Pelo tiro, alcança logo a eterna paz,
Independente do SUS ineficaz.

Pobre só em eleição é lembrado
Pelo político abonado
Que, na cobertura elegante,
Conta o dinheiro afanado,
Da escola, do hospital,
Do cidadão lesado.
E sem se importar com o mal,
Admirando a vista deslumbrante,
Fala do povo com esgares,
Pensando em outros lugares
Onde vai passear o linho
De seu branco colarinho.
Hegler Horta
Enviado por Hegler Horta em 03/12/2005
Código do texto: T80372
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hegler Horta
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 70 anos
153 textos (6825 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 22:58)
Hegler Horta