Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apostas

Com a cabeça lá longe,
O corpo parado,
E a vida seguindo.
O coração já rejeita,
A mente, só esta,
Na paixão.
Odes infindáveis,
Sons, imagens,
Escuridão.
As fotos perdem as cores,
Os braços perdem amores.
Nos fogos lá no céu,
As bolhas nas mãos,
O tempo estático
Em apenas um segundo.
Daí caem as chamas,
Morrem as damas,
Caem os reis.
Aí um novo dia se põe,
Aparece o sol e faz-se o frio.
Chuvas não param
E é limpo todo esse sangue.
Até que desperta-se o coração,
Ama-se o corpo e desgasta-se
A mente.
Pancho
Enviado por Pancho em 06/12/2005
Código do texto: T81789
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pancho
Sorocaba - São Paulo - Brasil, 30 anos
33 textos (1091 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:43)