Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOSSEGO DA ALMA







                          ... dentro do meu peito
                     há imensurável contentamento
                             saudade e tormento,
                    são lembranças, ficou no tempo.


                     bendito seja cada amanhecer
                  que benignamente banha meu ser
                de luz e calor fazendo-me esquecer
             daqueles tempos de agreste em padecer


                  em qualquer estação da natureza
                     haverá alegria e gorjeios mil
            preces erguidas com nobreza de minh'alma
               agradecendo o fim daquele tempo vil


                acordada dos pesadelos logo renovam-se...
                   o florescer de novas esperanças,
          o prazer em viver, a certeza de nunca mais sofrer
               esquecendo tudo que para trás ficou.


































                                      Gus, 14/11/2009 -
                                      poesia reeditada.

Míriam Diniz
Enviado por Míriam Diniz em 28/03/2005
Reeditado em 02/03/2011
Código do texto: T8403
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Míriam Diniz
Garanhuns - Pernambuco - Brasil
821 textos (128907 leituras)
2 áudios (194 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:52)
Míriam Diniz