Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NAUFRÁGIO



  DESGARRADA NAU DE MEU DESTINO,

  VÍTIMA INCAUTA DAS PROCELAS,

  TEVE RASGADAS SUAS VELAS,

  EM ESTRONDOS, MASTROS SE QUEBRARAM,

  MARINHEIROS COVARDES TE ABANDONARAM.

  BÚSSOLA A GIRAR LOUCAMENTE,

  FÚRIA DAS ONDAS, PRESSÁGIO DE MORTE,

  PERDEMOS O RUMO, PERDEMOS O NORTE.

  SEM VELAS, SEM BÚSSOLA, SEM MASTROS,

  SEM A ORIENTAÇÃO DOS ASTROS,

  LEME E VENTO A GIRAR NA CORRENTE,

  NÃO HÁ TERRA À VISTA, SOMENTE

  RATOS DE PORÃO NO CONVÉS.

  A QUILHA DESLISANDO ENTRE ROCHAS,

  CRUZEIRO DO SUL, DESAPARECEU,

  NOITE MACABRA, CÉU DE PURO BREU,

  NÓS SEM RUMO...E O MALDITO FAROL?

  RANGER DE LENHO E FERRO NO ATOL,

  CACOS DA NAU E NAVEGANTE, ESPRAIADOS...

  JAZEM NA PRAIA , ESPECTROS DO PASSADO.

 
Maurélio Machado
Enviado por Maurélio Machado em 12/12/2005
Código do texto: T84820
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maurélio Machado
São Bento do Sul - Santa Catarina - Brasil
7709 textos (1651984 leituras)
2 áudios (1128 audições)
88 e-livros (6117 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:02)
Maurélio Machado