Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO DO AMOR ETERNO!

ETERNAMENTE A AMAREI MINHA QUERIDA
ENQUANTO HOUVER ESTRELAS MEU AMOR NÃO MORRE
VOCÊ SE FOI EU SEI DEIXANDO ESSA VIDA
SÓ SUA LEMBRANÇA MINHA POBRE ÁLMA SOCORRE

QUANDO VI SUA FACE PÁLIDA NO ATÁUDE
CONDESSO EU QUE LHE GRITEI EM DESESPERO
CONTER A DOR DE VER SEU CORPO IR NÃO PUDE
SUMIR O RISO QUE A MEU LADO SEMPRE QUERO

VAI MEU AMOR DESCANSA EM PAZ NO TEU JAZIGO
AONDE FOR MEU PENSAMENTO ESTÁ CONTIGO
POR ESSA DOR ESTÁ LANÇADA NOSSA SORTE

UM DIA BREVE UNIRÁ NOSSOS ESPÍRITOS
NUM BEIJO ETERNO MUITO ALÉM DO PODRE FÍSICO
QUE DURE O MESMO O QUANTO DURAR NOSSAS MORTES.
Ramiro Luiz
Enviado por Ramiro Luiz em 15/12/2005
Código do texto: T86253

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ramiro Luiz Barbosa www.ramirodachapada.zip.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ramiro Luiz
Lençóis - Bahia - Brasil, 39 anos
79 textos (11002 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:51)
Ramiro Luiz