Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A alma de um poeta

Como descrever tantas palavras,
Haver tantas inspirações?
Como imaginar palavras tão belas
Que tem como alvo corações,
E produzir diversas interpretações?

Como descrever o que diz o silencio,
Penetrar a alma da natureza?
Descrever o perfume da flor
Com total sutileza, falar sua beleza?

O poeta enxerga o oculto
Invade a privacidade,
É um intruso elegante
Que faz rir e chorar, pensar...
Leva as pessoas a filosofar.

Alma do poeta
Dá cor ao preto e branco.
Faz das palavras uma aquarela
provoca os corações sensíveis.
De cada ato, faz um cenário

Semblante sereno
Pensamento distante
Que de cada olhar
De um simples momento
Expressa qualquer sentimento.  
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 16/12/2005
Reeditado em 25/01/2011
Código do texto: T86553
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1219167 leituras)
5 e-livros (11756 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:13)
Ataíde Lemos

Site do Escritor