Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ausencia

Sua imagem ficou
Nos objetos, nas paredes,
Nos móveis, nos quintais.

Seu cheiro ainda passeia
Entre meu corpo
Como se quisesse
Retornar e refugiar-se.

Ah! Como era comum
Seu cheiro ficar em meu corpo
Era tão gostoso poder senti-lo perto
Quando a ausência feria.

E hoje
Você caminha na minha sombra
Seguindo-me
Onde quer que eu vá.

Tirando-me toda concentração
Do meu trabalho
Do estudo
Do dia-a-dia enfim.

E como se você nunca tivesse partido
Pois fala comigo enquanto durmo
Fala de um amor maravilhoso
Sem tristezas, solidão,
Fatos sem solução.

Ah! Como é duro acordar
Com a sensação de não ter dormido sozinha
E com a triste lembrança
De noites a dois.

Triste como a certeza de que
Toda essa sensação de perda
Vai perdurar
Por algum tempo ainda.

É, você deixou saudades!
-O que farei com elas?

olhosdepoeta
Enviado por olhosdepoeta em 30/03/2005
Código do texto: T8658
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
olhosdepoeta
Piracicaba - São Paulo - Brasil
69 textos (9091 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:01)
olhosdepoeta