Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rua

Novamente, as memórias cansadas de correr,
Voltam à minha cabeça, saturada pela repetição.
No chão me encontro estendida, sumida,
Numa rua que lembro já ter percorrido,
Bêbeda, inconsciente,
Insistentemente, à procura de algo
Que já nem me lembro o que foi…
Nem tão pouco recordo como cá vim parar novamente…
Apesar das feridas, que me cobrem o rosto,
Desfeito pelo desgosto da queda,
Ergo a cara do chão sujo
Para a infinidade desconhecida que me cobre.
Continuando deitada na rua imunda,
Procuro, com os olhos fartos do mundo,
Dos cheiros, das pessoas, das palavras,
Algo que um dia procurei naquela rua,
Que não sei o que foi.
Perduro perdida, esquecida, vencida, na vida,
E ainda não faço ideia de como cá vim parar.
Passa um rato, que olho, com pena de mim mesma,
Porque dói tanto virar a face,
mais, muito mais feliz do que eu.
Olho-o na alma, que me sussurra que sabe onde estou,
Mas continua a seguir o seu caminho.
Tento levantar-me para o seguir, mas n consigo.
Estou sem forças para me alçar…
Continuo deitada, hirta, sem alento…
Vera Lorena
Enviado por Vera Lorena em 16/12/2005
Reeditado em 17/12/2005
Código do texto: T86843

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Vera Lorena
Portugal
31 textos (930 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:10)
Vera Lorena