Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TURBULÊNCIAS DE SONS

TURBULÊNCIAS DE SONS
LUZES
VOZES
GRITOS
GEMIDOS
DE DORES
QUEM SABE DE FOME
FOME DA GANÂNCIA
DA DINÂMICA DAS CORES
NA FALTA DA INFÂNCIA
FALTOU INTELIGÊNCIA
TOLERADA COM A FALTA DE COMPETÊNCIA
DA ORGANIZAÇÃO
PERFEIÇÃO
DE NÃO APRENDIDO
NÃO TER ESTUDADO
NEM ESCUTADO
AS PALAVRAS DO GRANDE MESTRE
QUEM SABE OUVIR
COM CERTEZA
SABE APRENDER
QUEM NÃO APRENDE
NADA SABE
NADA TEM
NADA VEM
É O VAZIO NO VÁCUO
QUE NEM OS BURACOS NEGROS DAS ESTRELAS
TUDO É SUGADO PARA UM ALÉM
DA ESTRELA DE BELÉM
AINDA NÃO DESCOBRIRAM
ESTÃO ESTUDANDO
O COMEÇO
MEIO
NÃO CHEGARAM AO FIM
NÃO EXISTE LÓGICA ENTRE
O COMEÇO E O FIM DA VIDA
ESTÃO NA BUSCA DOS ELOS PERDIDOS
NAS MEMÓRIAS
NAS FOTOGRAFIAS EM PRETO E BRANCO
NOS PATINS
NOS CARRINHOS
NAS BOLAS
NAS GINCANAS DE ESCOLA
ONDE ESTÃO ESSAS COISAS?
ONDE FORAM?
ESTÃO NOS BURACOS NEGROS?
OU NO ESQUECIMENTO DE NOSSAS MEMÓRIAS
QUEM SABE ESTÃO NOS SUPEREGOS
MISTURADOS COM O CONSCIENTE
O EGO FICA A OLHANDO
O CONFLITO
DOS DOIS
MAIS TARDE
ELE MANIFESTA
COMO UM APAZIGUADOR DO TEMPO
OU FARÁ O PAPEL DO JUÍZO
NÃO PODEMOS PERDER O PREJUÍZO
TODOS QUEREM VANTAGENS
UNS PISANDO NOS OUTROS
EM FORMA DE PISAR NAS UVAS
PARA FAZER O VINHO
PARA SE EMBRIAGAR
NOS SONHOS NÃO REALIZADOS
QUEM SABE FALTARÁ AR
TERÃO QUE RESPIRAR UM AR NOVO
NUM BOTIJÃO
DE AR PURO
PARA LIMPAR AS SUJEIRAS
QUE NÃO CONSEGUEM ABSORVER
OS SEUS DESEJOS REVOLTANTES
DE SI MESMO
NÃO AMAM NEM A SI MESMO
BRIGAM COM OS PRÓPRIOS ESPELHOS
CORRIGEM A PRÓPRIA SOMBRA
NÃO SE ACHAM
SE PERDERAM NAS POEIRAS
DA VIDA
DAS RUELAS
DOS TRAFICANTES
DOS COMERCIANTES
DOS FUMANTES
DOS AMANTES
DOS CÍNICOS
DOS ATORES
DOS DIRETORES
DA NOSSA PÁTRIA
ACHARAM ALGO AINDA?
CONTINUAM PERDIDOS
PERDERAM A BÚSSOLA
DO RUMO NORTE
NUNCA CHEGARAM AO SUL
NÃO CONHECEM O NORDESTE
FICARAM
NO MESMO PONTO
ESTÃO APÁTICOS
QUE NEM UMA ESTÁTUA
DOS NOSSO HERÓIS
HOJE AS SUAS LÁGRIMAS
ESTÃO SECAS
VER TUDO ISSO
NÃO PODEM FAZER NADA
AS POMBAS DEFECAM
SÃO AS LÁGRIMAS PEDIDAS
POR ELAS MOLHAREM
SEUS SÍLIOS
OU FECHAM OS SEUS OLHOS
NÃO QUEREM VER ISSO
PREFEREM FICAREM CEGO
DE VER TANTA
MORTANDADE
CRUELDADE
BARBARIDADE
CARNIFICINA
MORTICÍNIO
MULTILAÇÃO
AMPUTAÇÃO
TRUCIDES
PARA NÃO PERDEREM
AS SUAS LUCIDEZ
Milton Nunes Fillho
Enviado por Milton Nunes Fillho em 17/12/2005
Reeditado em 17/12/2005
Código do texto: T86879
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Milton Nunes Fillho
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 55 anos
1141 textos (460503 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:03)
Milton Nunes Fillho