Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tempo Indeterminado...

Não há como saber,
Não tenho como dizer,
O que será o tempo?
Aguardo por um momento
O sonho que não se tem,
Partes de uma vida,
Migalhas sobre o chão
Sorriso sem necsso
Vida sem acesso
Dramas de uma paixão
Tempo que não determina
Idade que não domina
Sistema que impregna
Falha de um momento
Parada por um sentimento
Dedicando-se a solidão
Tempo que não para
Viagem sem destino
Tempo que não determina
Vida sem ilusão


Claudia 16/12/2005
lindamulher

Últimos comentários
17/12/2005 16h32 - JOSÉ GORKI
Olá minha jovem amiga. Que faz um ser sem esperança e mergulhado na solidão? O vazio que insiste em perseguir e falar do imenso nada.
17/12/2005 01h55 - rozilene Pereira
SIMPLESMENTE..SIMPLESMENTE LINDA POETA PARABENS!!! VAI NO MEU S ITE TA CHEIO DE NOVIDADES PORTAL DAS POESIAS http://geocities.yahoo.com.br/jrpoesias/ Rozilene P. de Souza
Comente


 Feita a correção do texto,e preservando comentários feitos.
lindamulher
Enviado por lindamulher em 17/12/2005
Código do texto: T87212
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cláudia Aparecida Franco de Oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lindamulher
Itirapina - São Paulo - Brasil, 57 anos
1582 textos (129617 leituras)
3 áudios (322 audições)
4 e-livros (303 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:15)
lindamulher