Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESISTO

Desisto! Foi-se de vez a minha calma...
Meu sofrido coração já não resiste
a mais um sofrimento a me sugar a alma!
Desisto! Abraça a dor que inda te assiste...


Na luta desigual, tua paixão se espalma
por teu mundo que numa ilusão persiste...
Adormeças na quimera, feliz, sem trauma!
Vá. Siga em frente! Quem sonha não desiste...


Mas eu? Ah! pobre vate! Eu desisto sim...
Nada mais nesta vida há de fazer de mim
um menestrel de dor e de insanidade!


Desisto! Foi-se de vez a inconseqüência....
Chega de tocar na orquestra sem regência
e me perder nas notas soltas da saudade!

Nelson de Medeiros
Enviado por Nelson de Medeiros em 28/12/2005
Código do texto: T91486

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson de Medeiros
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil
493 textos (66316 leituras)
11 áudios (2996 audições)
1 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:36)
Nelson de Medeiros

Site do Escritor