Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Acasos

Se por ventura da vida
Um traço da minha face
Fazer-se presente na sua memória
É sinal que marcou

Se por acaso
Uma lágrima entristecida
Rolar no dia chuvoso
Ou na noite escura e sombria

Se minha sombra vagar
No teu pensamento entrar
E assim pela primeira vez
Deixar-me então da sua vida participar

Se pouco então te sobrar
Sorriso te faltar
Na estrada que caminhar
Na lua que não iluminar

Sei que por instantes
Se lembrarás dos pedidos
Encarecidos e insistentes
De um coração ardente

De tudo que a ti desejei
Pintar para te alegrar
Compor para te amar
Sonhar para realizar

E os sonhos não passaram
De sonhos acordados
De sonhos adormecidos
De anseios dolorosos

Existirá o momento fulminante
Que meu peito agonizante
Gritará chega para esta faca cortante
Dará um basta neste instante

Você então se tornará
Um passado de aprendizado
Um livro guardado
Com muitos capítulos catalogados

Entre uma página e outra
Neste livro será contado
O quanto ti amei
E por ti  não fui amado !

(05/01/2005)
Paula de Lima
Enviado por Paula de Lima em 29/12/2005
Reeditado em 12/07/2008
Código do texto: T91576
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Paula de Lima
São Paulo - São Paulo - Brasil, 44 anos
102 textos (15464 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 22:59)
Paula de Lima