Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SERTÃO POBRE.

Coloquei na panela
Os temperos que tinha,
Um pouco de sal
E o fogo da lenha,
Umas ervas daninhas,
O amor que ainda havia
Na alma prenha
De esperanças contidas,
Ilusões perdidas.

Coloquei ainda
A carne suada,
Um pouco de água
Que o sertão ainda tinha,
Junto minha mágoa,
E a de meus entes sedentos,
Coloquei esperança de um dia
Viver como gente,
Num Sul mais decente
Que este Norte insolente.


Na panela da vida,
Coloquei o viver
De um corpo faminto.
Uma dor que sem jeito
até hoje ainda sinto,
coloquei meu suor,
minha sina,
minha dor,
E para o Sul embarquei
Meu Ser, minha gente,
Minha fome,
Minha mente.

    ( D'Eu )

Sidnei Levy
Enviado por Sidnei Levy em 02/04/2005
Código do texto: T9338
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sidnei Levy
Campinas - São Paulo - Brasil, 71 anos
298 textos (20820 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:24)
Sidnei Levy