Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Calo!

Calo!

 
 
"Fala sempre na hora errada
sempre fora de hora"...
...é assim que sempre ouço
e meu coração chora.
       
 
Falo sempre na hora que não queres
tenho que adivinhar
que horas não te aborreço
estou cansada de pagar o preço
 
Que horas devo falar
para que agrades teu espaço?
 
Em que tempo neste espaço
vou um dia te entender?
 
Penso que nunca vou aprender
compreender tua mente insolente
ou insolente sou eu por não conseguir
penetrar no teu espaço...
 
Sina que não tem rima
quando consigo versejar
o sentido perde a graça
 
Me fecho em meu espaço
vão passando as horas
os dias...o ano...sem graça...
sem harmonia no nosso espaço
 
Deveria ser preenchido
vive no quase vazio...sem traço
 
Cada um para o seu lado
um é noite outro é dia
 
Se falo estou fora de hora
quando fala ta na hora...
 
Quem compreenderia esta cilada
que o destino deixou como brinquedo
que não se encaixa...
 
 
JataíGo/120106
 
 
Cassia Vicente
Enviado por Cassia Vicente em 15/01/2006
Código do texto: T99191

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Cássia Vicente- www.cassiavicente.com). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cassia Vicente
Jataí - Goiás - Brasil, 58 anos
943 textos (56865 leituras)
8 e-livros (762 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:08)
Cassia Vicente