Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O HOMICÍDIO

E EIS QUE A NAVALHA
DILACERA A CARNE
LACERANDO-A
SEPARANDO-A
ESPONJA DE SANGUE
QUE INSTANTANEAMENTE
POREJA-SE
ENCHARCA-SE
DE VERMELHO-RUBRO
INTUMESCIDA DO LÍQUIDO
DA VIDA E DA MORTE...
E ALI EXPOSTA
FICA A FRAGILIDADE DA VIDA
SUA EFEMERIDADE
NUA E CRUA
RETRATADA
NO MEL VERMELHO
NA POÇA SUJA
DO IMUNDO CHÃO HUMANO...
NO CORPO INERTE
DO DEFUNTO
DURO E FÉTIDO...
PARA O BANQUETE
DE MOSCAS E LARVAS
PARA O DELEITE
DOS JORNAIS...

Sigmar Montemor
Enviado por Sigmar Montemor em 15/01/2006
Código do texto: T99200
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sigmar Montemor
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 52 anos
1762 textos (285439 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 19:12)
Sigmar Montemor