Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FAÇA POR MIM

      FAÇA POR  MIM




Eu  pus a caneta em prova,
Quero ver se sozinha,
Vai terminar esta obra.

Tentei a tarde inteirinha,
Queimei os neurônios que eu tinha,
Agora me prove que é boa,
Mostre-me que não é a toa,
Que á chamo de madrinha.


Se conseguir, te prometo,
Outra carga  de cor preto,
E te promovo com certeza,
De madrinha á fada,
És minha xodozinha,
Companheira e amada.


Bastou dar-lhes as costas,
Que terminou o poema,
Provou que é boa de fato,
Parece coisa de cinema.


Fiquei de queixo caído,
Você, tão frágil e pequena,
Se eu não fosse o seu mestre,
Me roubaria a cena.

Mas por já ser,
A minha fada madrinha,
Te peço, me dê o mérito,
Não seja comigo mesquinha,
Me deixe assinar no verso,
Poema de minha autoria?
Carlos Mambucaba
Enviado por Carlos Mambucaba em 16/01/2006
Código do texto: T99497
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Carlos de Almeida). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Mambucaba
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
484 textos (39314 leituras)
60 áudios (6885 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:50)
Carlos Mambucaba