Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UTOPIA

Eu vejo tanto desperdício,
São tantas coisas no lixo,
Histórias que se repetem,
De costume virou vício.

O sapato em bom estado,
O brinquedo ficou de lado,
Já cansou não é usado.

São cifras desperdiçadas,
Formas de agir erradas,
Incoerência global,
Atitudes  equivocadas.

Seria bem mais decente,
Um pouco mais consciente,
Quem tivesse para doar,
Pensasse no irmão carente.

É uma forma de amar,
E de sentir-se contente,
Realizando o amor,
Com consciência, mais ciente.

O que me deixa irritado,
É ver comida em bom estado,
Não ser doada é um pecado.

São famílias inteiras,
São tantos rostos sem nomes,
Já faz parte da rotina,
São crianças que não comem,
São pessoas desnutridas,
Nesta vergonha de fome.

A crise é mundial,
E nem por isso é normal,
A solução é a união,
Os povos em comunhão,
São desejos das nações,
Utopia universal.
Carlos Mambucaba
Enviado por Carlos Mambucaba em 16/01/2006
Reeditado em 04/12/2009
Código do texto: T99771
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Carlos de Almeida). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Mambucaba
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
484 textos (39318 leituras)
60 áudios (6885 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:20)
Carlos Mambucaba