Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ASSUMIDO


Andava de cabeça baixa,
Já faz tempo, desde de menino,
A vida não tinha graça,
Culpava sempre o destino.

Gostar de uma bela calcinha,
Calçar um alto sapato,
Usar saia de rendinha,
Não é pra o homem, de fato.

Mas quem disse que é homem,
Este belo travestido?
Preconceito que não some,
E o deixa reprimido.

Agora, depois de adulto,
Dono de seu próprio nariz,
Não aceita mais insultos,
Á todos, assim ele diz:

-Vou viver do jeito que eu quero,
me aceite quem quiser,
não sou homem, não sou hétero,
tenho sangue de mulher !




Carlos Mambucaba
Enviado por Carlos Mambucaba em 16/01/2006
Código do texto: T99811
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Carlos de Almeida). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Mambucaba
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
484 textos (39315 leituras)
60 áudios (6885 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:47)
Carlos Mambucaba