Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



Acróstico : Célia Maria Pereira

Carícia,palavra que muito amor nesta vida se traduz,
E empobrecendo no silencio o gentil sentimento meu
Levado que sou das belezas múltiplas a que me induz
Irradias no amor...a felicidade e beleza se no apogeu,
As lágrimas que caem e me fazem sofrer, raio de luz!

Meiga e bela,razão de um bem querer a que me prezo,
Ainda que sofra das dores e sentidas,que não  partilha,
Resgata na alma num sentimento louco de que revezo
Isoladamente. E como os lírios se nos jardins rebrilha,
A tua alma de alegrias de que se enche torna fortaleza!

Pelas orquídeas que na beleza torna-se incomparável,
E tão meiga flor amena de paixão pronuncia carinhos,
Roubando da natureza a que mais belo se formidável:
E do amor que louco se faz que ao leito em seu ninho,
Imorredoura a esperança na amizade ,se torna amável,
Riscando nas paginas em que para setar os caminhos,
A minha musa que reluzente trás ao coração o afável

Barrinha,03 de agosto de 2008 23:13

Antonio Israel Bruno
antonioisraelbruno
Enviado por antonioisraelbruno em 03/08/2008
Reeditado em 03/08/2008
Código do texto: T1111652
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
antonioisraelbruno
Barrinha - São Paulo - Brasil
1962 textos (102476 leituras)
8 áudios (816 audições)
178 e-livros (13463 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/05/21 21:14)
antonioisraelbruno

Site do Escritor